A veracidade da vida

Quando cai a chuva
Minha mente se esvai
Em tantos pensamentos
Que logo se retrai

E o barulho insessante
Faz meus olhos pesarem
E começo a viver
Os sonhos dormentes

De pingo em pingo
A terra se molha
E de tantos devaneios
Minha mente se encharca

Quero sonhar quero viver
O que ainda não pude
Quero ir mais longe
Além do alcance rude

A vida passa depressa
Pobre daquele que pensa que não
Pois quando esse olhar para trás
Verá que foi tudo só ilusão

Aproveite, se apresse então
A viver cada momento
A amar pessoas, mas coisas não
E não mais correr atrás do vento

Anúncios
por kellimachna777 Postado em Poesia Com a tag

Tome uma atitude

“Levanta-te, pois esta coisa é de tua incumbência, e nós seremos contigo: sê forte e age”. Esdras 10:4

Muitas vezes na vida nos deparamos com situações que precisamos tomar uma atitude. Nosso emocional é o que geralmente nos impede de agir.
Outras vezes, a acomodação é um impecilho para nossa ação. Mas, no fundo, no fundo, sabemos que é de nós que virá a mudança, de sairmos da zona de conforto e entrarmos na zona de confronto.
O confronto pode ser conosco mesmo, com nosso egoísmo, com nosso egocentrismo e com nosso orgulho que nos impede de ouvir o que pessoas tem nos dito. Mensagens nos são passadas todos os momentos e nos fazem refletir ou não, pois se nosso escudo de auto-defesa está levantado as palavras que podem mudar do fel para mel nunca entrarão em nosso ser.
Sempre é tempo de melhorar, sempre há o que melhorar, basta que sejamos humildes. Se estamos crescendo, que bom! É sinal que poderemos crescer ainda mais se o orgulho dar lugar à humildade.
Vamos tirar nossas máscaras, e, nus diante do espelho ver nossa alma como realmente está. Ela pode estar ferida, machucada, grossa de tanta auto-defesa que nos revestimos. Quando conseguirmos ver nossa dor, poderemos colocar o remédio certo, o perdão para assim, pararmos de nos enganar.
Tome uma atitude: mude o que precisa ser mudado, tenha coragem de investir no novo, de renovar, de recriar! Abra o coração para o perdão e o amor. Vale a pena viver de verdade, a vida passa muito rápido… chega de ensaiar, é hora de mudar!

Abraços,
Kelli

“E viva o novo!”

por kellimachna777 Postado em Poesia

Existem três formas de amar

Existem três formas de amar.
Existe o amor eros, comum nos relacionamentos amorosos, entre homem e mulher. É também um amor inconstante, mas avassalador, forte e impetuoso, mas inconsistente. Vindo as dificuldades, há a tendência de uma das partes abandonar seu parceiro. As pessoas confundem esse tipo de amor como um amor eterno!
Existe o amor Philos, um amor constante e duradouro como o amor de mãe para seu filho. Suporta quase todas as situações, se doa e não requer o mesmo tipo de amor de volta. É superior ao amor eros.
E existe o amor ágape, um amor divino e perfeito em todos os detalhes e situações. Não te abandona, é constante e permanente e é desse amor que todos precisam, um amor verdadeiro, o amor de Deus!
by: Arnaldo Rocha (facebook)

Só Cristo…

Só Cristo é o caminho,

mas você pode indicá-lo aos outros.

Só Cristo é a luz,

mas você pode fazê-la brilhar aos olhos do seu irmão.

Só Cristo é a vida,

mas você pode restituir aos outros o desejo de viver.

Só Cristo pode dar a fé,

mas você pode dar o seu testemunho.

Só Cristo pode infundir a esperança,

mas você pode restituir a confiança ao irmão.

Só Cristo pode dar amor,

mas você pode ensinar seu irmão a amar.

Só Cristo pode dar saúde,

mas você pode orientar e guiar.

Só Cristo pode dar a paz,

mas você pode semear a união.

Só Cristo pode dar a força,

mas você pode apoiar quem desanimou.

Só Cristo pode dar a alegria,

mas você pode sorrir a todos.

Só Cristo pode fazer o impossível,

mas você sempre poderá fazer o possível.

Só Cristo se basta a si mesmo,

mas ele preferiu contar com você!

 

Fonte: BRAND, Jorge Luiz. Mensagens que fazem viver. Instituto Social P. Berthier, Passo Fundo, 1985, pg.15

por kellimachna777 Postado em Poesia

EU DESISTIR?

Sim eu desisti,

desisti da solidão,

da aucomiseração,

do apego a sentimentos inferiorizados que permeiam a mente,

de me preocupar com a vida.

Resolvi viver e me ocupar com tudo aquilo que me faz feliz,

prefiro brincar na chuva em vez de me proteger dentro de casa,

brincar com uma criança inocente e fazer parte de sua inocência,

me cercar de pessoas que gostem de minha gargalhada,

que gostem de gente,

que gostem de brincar,

que desistam de caras amarradas e olhares de reprovação,

sim eu desisti de passar pela vida e resolvi viver!

by: Arnaldo Rocha

Nota

No cantar, no amanhecer

Toda alegria vem no romper

Dos medos e frustrações

Quando me levanto e resolvo crer

A vida não permite ensaios

No palco, somente o real

Mas quando erro, somente o perdão

Pode ainda me levar aos aplausos

Ainda que não percebendo

Nossa vida é como um livro

E cada momento vivido

Por alguém estará sendo lido

Poesia da Vida

por kellimachna777 Postado em Poesia

Olá!

A arte faz a vida mais bela, enquanto a Palavra traz vida à nossa alma…

Obrigada pela visita!

por kellimachna777 Postado em Poesia